sábado, 8 de março de 2014

O Escaravelho do Diabo - Lúcia Machado de Almeida


     Gente, o que dizer da Coleção Vaga-lume? Eu cresci lendo seus livros e pretendo um dia tê-la por completo na minha estante. Talvez um dia eu escreva uma postagem especial para a coleção Vaga-lume, mas hoje eu falarei apenas do livro "O Escaravelho do Diabo", um dos principais clássicos dessa coleção. Quando eu terminei de ler esse livro (há dois dias) eu me perguntei: Por que eu não li esse livro antes?
     Eu já li diversas aventuras policiais dessa coleção, as minhas preferidas são as do Marcos Rey, mas essa da Lúcia Machado de Almeida também mereceu minha admiração.
     A história (apresentada inicialmente pelo vaga-lume da imagem abaixo) se passa numa cidade chamada Vista Alegre. A história se inicia com Alberto (o protagonista) e seu irmão Hugo conversando sobre um  pequeno pacote destinado a Hugo no qual havia um besouro. Algum tempo depois Hugo é misteriosamente morto com uma espada cravada em seu peito. Na ânsia de encontrar o assassino de seu irmão, Alberto se alia ao inspetor Pimentel e juntos começam as investigações. Daí em diante várias outras vítimas vão sendo mortas, sendo que uma curiosidade acerca dessas mortes é que todos aqueles que morreram foram "presenteados" com escaravelhos (vulgo besouros) cujos nomes científicos faziam alusão ao modo como os mesmos seriam mortos. Há também um outro fator relevante: as mortes não tinham relação entre si, a única característica comum à todas as vítimas é que elas eram ruivas.
     Dentre os suspeitos figuravam todos os moradores da pensão de Cora O'Shea, uma irlandesa que morava em Vista alegre e cujo filho também fora vítima do assassino, que mais tarde viria a ser denominado "Inseto".
     O livro possui 127 páginas (15ª edição) e conta com uma leitura fluida, envolvente e simples, já que o mesmo é destinado ao público infanto-juvenil, mas confesso que a autora "me pegou", pois à medida que eu lia, eu imaginava que o assassino fosse outra pessoa.
    Daqui em diante eu pretendo ler mais livros dessa coleção, e gostaria, é claro, de sugerir que você que está lendo esse texto também leia. 




Detalhe: eu comprei esse livro em um sebo de Uberlândia pelo valor de R$10,00.



Nenhum comentário:

Postar um comentário